quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

...A linha invisivel da vida...

Elo

É o tum da minha alma
E o tá da minha vida
Que serenamente sincroniza
A minha alma à minha vida

É o que me faz lembrar que vivo
É o que me faz lembrar que tenho alma
Sem um momento dele em mim
Sou alma penada e fim.

Mas se vivo o mesmo em mim
Sou alma lavada e feliz
Com qualquer motivo pra sorrir à sim!

É o que liga você a mim
É o que liga você a outra coisa
Mesmo assim, sentir ainda é importante
Mesmo que seja por/ou qualquer coisa
Ainda é importante

Pra ter certeza que tenho minha alma em mim
E não sentir minha vida sumir
Como toda vez que não sinto você aqui.


Marcelo Bonates

1 comentários:

Tesouro Vocabular disse...

Vida... nela tudo é possível... Basta acreditar.
Alguns tropeços... Isso é inevitável...
Mas, tudo passa...
Bjks.